Na sequência do livro que apresentei anteriormente (O Zelota) tive curiosidade de (re)ler a Bíblia.

Seja crente ou não, a Bíblia é certamente um dos livros que toda a gente devia ler pelo menos uma vez na vida, quanto mais não seja por ter sido O livro mais determinante na História mundial.

Sendo a Bíblia uma coleção de textos escritos, ao longo dos tempo, por vários autores, são diferentes os livros aceites por cada tradição/grupo/igreja. E mesmo dentro de cada um existem várias versões do texto original, com maior ou menor floreado acrescentado pelos tradutores dos textos originais, consoante a sua própria religiosidade.

Torna-se por isso complicado, principalmente para leigos, saber que versão ler, e quando nos decidimos por uma, por vezes está tão alterada para ir de encontro à crença de quem a traduziu que se torna inacessível para quem está fora dessa crença.

É aí que entra a versão que apresento agora. A partir da Bíblia Grega, ou seja, da Bíblia na sua versão mais completa, contendo o Novo (27 livros) e o Velho (53 livros) Testamento, Frederico Lourenço, um tradutor de Grego Clássico e professor da Faculdade de Letras de Coimbra, apresenta-nos a tradução mais rigorosa, completa e acessível na língua portuguesa. Cheia de notas do tradutor que esclarecem e contextualizam o texto original, torna este magnifico documento acessível a todos.

O volume I, para já o único disponível, que contém o texto dos 4 Evangelhos canônicos do Novo Testamento (Mateus, Marcos, Lucas e João), pode ser comprado na aqui.

 

 

 

 

Shares 0